Ciranda de engajamento

Este espaço surge por uma mente e corações inquietos a partir do que sentem, veem e podem realizar. Proponho conversarmos, compartilharmos, construirmos novos olhares acerca de educações e infâncias em diálogo com as configurações familiares que temos hoje, com o outro, com as escolas, com a cidade onde estão inseridas, conectados entre si pelo respeito que dá sentido a um mundo mais justo, mais igualitário.

O nome Vida Ciranda me surgiu com a ajuda de uma amiga e está relacionado à minha essência, a partir de uma vida conectada à infância, não apenas como mãe ou profissional. Reconheço em mim, todos os dias, a criança que fui. É ela quem me faz não perder a esperança e me conduz por caminhos e decisões em que ainda é comum fazer opção pela humanidade, pela tolerância, pelo amor. O Vida Ciranda é guiado  pelo significado da brincadeira tradicional mesmo, de ciranda-cirandinha; pelo significado de ser um convite à cultura do “todos juntos”, de mãos dadas por um objetivo comum, maior: a paz de viver o mundo conectado com a própria essência, a paz de poder estar e ser em harmonia com o mundo; pelo significado de mudança que a palavra carrega, de visão, de ação. Faço da educação a minha bússola, o meu norteador; faço das funções sociais que assumi, como jornalista e professora, os meios para fomentar discussões que pretendo trazer ao site, passando pela infância como a melhor fase da vida para se investir com propósitos de mudanças sociais reais. Ponho no Vida Ciranda o meu coração adulto também, que sabe da responsabilidade que tem e do compromisso que assumiu.

Todos os trabalhos que realizei até aqui, todos os amores que vivi (e vivo!), em cada fase da minha jornada, traduzem quem sou. Em todos, fui intensa e apaixonada. Como lá atrás os desejei e os devorei até a última gota de entusiasmo, assim começo o Vida Ciranda, projeto que sugere conceitos de atuação online e offline, direcionado, principalmente, a pais inquietos, e a quem mais se interessar por uma educação significativa, com respeito à vivência de infâncias plenas.

Sejam bem vindos! Vamos juntos! Contem comigo!

Tags: No tags

Deixar um comentário