Todos

Livros que falam de futebol para as crianças

É tempo de futebol, mais do que noutros tempos! Confesso que, neste ano, me sinto um pouco menos motivada. Não pelo brilho do esporte em si e tudo de valores, alegria e confraternização que ele traz consigo, e eu acredito nisso! Porém, no país em que vivemos, me entristece vê-lo, infeliz e indevidamente, sendo objeto para transvestir alienação em felicidade, tranquilidade e plenitude, e conduzir muitos a conceitos errados de conquistas e vitórias de uma nação inteira.

Passamos por um dos períodos mais difíceis para a democracia e para o patriotismo brasileiro. Não há consenso sobre o respeito e se disseminam verdades que atrasam, fomentam preconceitos, minam a humanidade. Mas acredito na força do esporte para a  transformação de realidades sim. Muitos desses jogadores são exemplos de superação e de solidariedade. Eu acredito nos valores que eles espalham.

E alinhada ao conceito de que o mundo está aí para ser vivido, descoberto e compreendido também pelas crianças, de maneira questionadora, crítica, mas sem fanatismos, aqui em casa vamos sim fazer pipoca, suco de maracujá e curtir o futebol da nossa seleção, dentro da importância e da alegria que lhe cabem.

Para nós, a literatura é sempre um caminho que nos ajuda a compreender mundos. O futebol e os sonhos que o circurdam são desses mundos. Trouxe, hoje, títulos da nossa biblioteca  que podem ajudar  vocês também  na conversa sobre futebol e Copa do Mundo com as crianças. Minha frustração é de não ter encontrado muitos títulos em que coloquem as meninas também como protagonistas das histórias de amor ao futebol. Na relação abaixo, um deles fala da menina Marina. E é bacana acompanhar Marina numa grande conquista! Como me escreveu o autor de um dos livros que sugiro, Flávio Paiva, “futebol é alegria!”.

 

RODRIGO BOM DE BOLA

 

O futebol aqui costura uma narrativa de respeito e acolhimento. O que esperar de crianças respeitadas por seus limites e deficiências, crianças acreditadas? O que esperar de uma convivência em que há compreensão e esforço para tornar o dia a dia de todos adaptado e possível ao desfrute de experiências comuns? No livro, o menino Rodrigo é cego e joga um bolão! Aliás, ele não joga apenas futebol muito bem, mas xadrez, dominó, jogo de baralho.. tudo graças à criatividade da adaptação. Em um dia decisivo para o time do Rodrigo, ele mostra como e por que é o craque do time! Mais ainda: Como é possível acolhermos as deficiências uns dos outros e vivermos uma convivência pacífica e respeitosa, nesse caso, praticando esportes e brincando juntos.

O autor da história é completamente cego desde que nasceu, superou as dificuldades e formou-se em Letras. Começou a escrever contos, crônicas e também literatura para crianças. Há quase trinta anos se dedica aos movimentos de inclusão social.

Serviço:
Rodrigo Bom de Bola
Autor: Markiano Charan Filho
Ilustrações de Valeriano
Editora: Nova Alexandria
Coleção: Volta e Meia
2ª edição: São Paulo, 2007
Preço médio: R$ 32,40 (Saraiva)

 

O MENINO QUE AMAVA FUTEBOL 

O esporte e o futebol podem sim transformar vidas. Mas, antes disso, ele pode transformar rotinas, enchê-las de esperança, de alegria, de garra, de confiança em si. Quem joga, ali no campinho do bairro, na quadra da escola, ou, como o personagem do livro, no caminho de volta para casa, faz daqueles minutos o tempo de plenitude. Nosso personagem, de tão atento à “bola”, faz-se herói em seu trajeto, encoraja-se a vencer obstáculos perigosos, despreza riscos, como o transito, ignora até o encontro com o poeta Carlos Drumond de Andrade.

Como na vida, pelo amor ao esporte, ele vai construindo a arena com que sonha, se vê protagonista nela, e herói, apesar de todas as dificuldades de menino pobre que a imaginação da infância não limita. O livro não tem palavras, apenas imagens, o que o torna ainda mais encantador.

Serviço:
O menino que amava Futebol
Autor: Glauco Sobreira, com ilustrações do próprio autor
Editora: Edições Demócrito Rocha
1ª edição: Fortaleza, 2014
Preço médio: R$ 43,90 (Livraria Dummar)

 

CHUTEIRA DOURADA

A paixão pelo futebol que passa de pai para filho, que fortalece o vínculo de afeto e também ensina lições como a paciência.  No livro, Flávio traz o filho Arthur como personagem principal apaixonado pelo esporte do coração de quase todos os brasileiros. Arthur descobre um modelo de chuteira na internet e se apaixona por ele. As chuteiras são douradas e dá até para gravar o nome! Combina, então, com o pai de comprar, mas usar apenas no dia do seu aniversário, relativamente, próximo dali, mas, até lá…. nossa! Quantos dias infinitos, heim, Arthur!? Principalmente, se as chuteiras dos sonhos chegam antes e Arthur precisa conviver com elas, sem tirá-las da caixa, como combinado, aguardando o tão sonhado dia do aniversário. Será que ele consegue convencer o pai sobre usá-las antes do aniversário? Haja argumentos! Uma narrativa marcante, emocionante, educativa.

Serviço:
Chuteira Dourada
Autor: Flávio Paiva
Ilustrações: Julião Júnior
Editora: Armazém da Cultura
1ª edição: Fortaleza, 2014
Preço médio: R$ 23,39 (Mercado Livre)

 

MINHA ESTRELA VAI BRILHAR 

Brilhar nos campos de futebol mundo a fora é um sonho de muitas crianças. Pelé, Garrincha, Ronaldo e, agora, Neymar, são inspirações que vivem nos desejos de muitos meninos e meninas. Fabinho Faísca e a irmã caçula Marina moram na favela, vivem uma vida cheia de dificuldades, mas que têm no futebol a esperança para seguir acreditando. Convivem com amigos que são heróis no campinho da comunidade, mas que no dia a dia se revestem da realidade, dura realidade. Em cada atividade que os amigos trabalham para ajudarem suas famílias, como vender água de coco na praia, engraxar sapatos na escadaria, pintar os carros alegóricos que vão brilhar no fevereiro seguinte, pescar, Fabinho reconhece habilidades que se destacam no futebol dos amigos.

Um dos méritos do livro é trazer para a história o também obstinado interesse por futebol da irmã do Fabinho, a menina que ama brincar de bola que pouco vemos nos livros, mas que existem tantas por aí. Marina aqui também é destaque e faz surpresa emocionante no jogo decisivo do time do irmão, na comunidade. Uma linda história da autora iraniana.

Serviço:
Minha estrela vai brilhar
Autor: MIna Javaherbin
Ilustrações: Renato Alarcão
Editora: Rovelle
1ª edição: Rio de Janeiro, 2014
Preço médio: R$ 21,90 (Saraiva)

 

 

Para atenuar um pouco a ausência das meninas nos livros de futebol, olha essa música linda da dupla Palavra Cantada. Gosto demais dela!

Menina Moleca

 

41 Responses

Deixar um comentário