Banho de chuva11

Tomar banho de chuva com as crianças é tarapêutico

FÉRIAS DE BRINCAR
DICA 23 - TOMAR BANHO DE CHUVA COM A CRIANÇADA

Tenho lembranças fortes de banhos de chuva com meus pais, principalmente, no interior onde morávamos. Existia o medo do mormaço, da sujeira que vem das calhas, da gripe, mas existia sempre as gargalhadas deles ao ver nossa alegria nas brincadeiras debaixo d'água. Aprendi, desde cedo, a agradecer sempre que chovia, a festejar a chegada dela, a sorrir ao ver no horizonte as nuvens cinzas, carregadas, porque aprendi que aquelas não traziam apenas água, mas anunciavam vida. 

 

 

Nestes dias em que as chuvas têm molhado nossas terras, não tem como não sugerir aos pais que se permitam o banho de chuva com os filhos. É bom demais! Para além de ser muito divertido, recarrega as energias e nos põe em contato com a nossa própria infância, com o gosto pela brincadeira, pelo lúdico que temos todos. Ainda mais que isso, defendem os terapeutas: somos 70% água e os cristais de água têm memória. Na antroposofia, a água é inclusive transcrita por médicos, seja por banhos de banheira, de chuva, chuveiro, com água quente ou fria, com ou sem ervas.

 

A terapia pela água acredita na limpeza de impurezas do campo eletromagnético em que estamos envolvidos, o que, talvez, justifique a expressão "lavar a lama". Se assim, nada como um bom banho de chuva para limpá-lo, heim?! Se ele vem acompanhado das alegria dos filhos... Receita de uma experiência inesquecível, para você e para os pequenos!

Este banho aconteceu ontem, dia 10 de janeiro, no estacionamento do prédio onde moramos. O mais legal para o meu coração de mãe foi ver Gabriel se entregando a um momento tão legal. Nunca gostou. Começou resistente, dizendo que não gostava, que não ia de jeito nenhum. Depois que viu o irmão e eu brincando todas, ele se rendeu e veio curtir com a gente.

<3

34 Responses

Deixar um comentário