Você envolve as crianças na decoração de Natal? Conheça a Árvore da Gratidão!

0
53

Quem nos acompanha já há algum tempo sabe que as árvores de Natal, aqui, não são, necessariamente, um artigo de decoração dessa época, mas uma maneira encontrada de conduzir os meninos por memórias, gratidões e sonhos, em encerramentos de ciclos. Aqui, as árvores trazem decorações especiais, todos os anos, dependendo das fases por que passa a família.

Vamos construir Árvores de Gratidão?

Já houve anos em que a árvore ficou cheia de meinhas, sapatinhos de crochê, mordedores, chupetas. No primeiro Natal de maternidade e paternidade, os penduricalhos eram todos fotografias que nos falavam de um ano intenso de doação e de amor. Já houve árvores de desenhos, outras com muitos brinquedos, adornando o fechamento de um ano de infâncias, criatividades, habilidades, desafios. Noutro, a palavra AFETO, primeira lida por Gabriel, esteve no topo, pertinho da estrela, dentre tantas outras palavras que fizeram valer nosso ano, como amor, companheirismo, superação, coragem, realizações, paz, felicidade. Os símbolos que remetem ao Vida Ciranda (e ao trabalho do papai!) têm lugar querido no pinheiro de plástico que, ressignificado, transformou-se em Árvore da Gratidão.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Desde a semana passada, estamos preparando nossa Árvore da Gratidão 2019. Há tanto para agradecer e relembrar! Os meninos quiseram começar pondo alguns enfeites prontos: escolhemos flores e borboletas douradas; Lucas tbm quis bolas vermelhas e azuis brilhosas e Gabriel simpatizou laços vermelhos.

A nossa Árvore da Gratidão 2019 em construção

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Estamos ampliando fotografias em tamanho 5×7 ou 7×5 dos momentos eleitos por todos como inesquecíveis, do nosso ano (rever fotos com eles é bom demais!), para pendurarmos. Gabriel está empolgado com os origamis: vai fazer come-comes e tsurus, como enfeites. Luquinhas diz que “neste ano ficou especialista em desenhar monstros” e já prepara vários para pôr na nossa Árvore assustadoramente encantadora. E, nesse advento para um novo tempo, há ainda os sonhos em pedidos. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀
Eu, que sou meio desligada de tradições religiosas e antes enfeitava árvores porque era movida pela lembrança feliz da minha mãe que amava o Natal (e/mas morreu pertinho da data), tenho amado viver a magia que o enfeitar da Árvore da Gratidão nos traz. Para mim, representa também vida, luz e amor.

Até o Natal, trago fotos da nossa Árvore da Gratidão 2019 completinha!
Abaixo, há fotos de algumas das nossas árvores em oito anos de família. Que bom é relembrar! <3

2011 – Estávamos aguardando a chegada do Gabriel. A primeira árvore de Natal da família, cheia de sapatinhos, meinhas, chupetas..

 

2013 – Esta foi a única foto encontrada da árvore de 2013. hehe Muitos brinquedos, que vieram, inclusive da piscina de bolinhas e do móbile, que desmontei todo. Uma ode à multiplicidade de olhares que a infância nos trouxe, nossa gratidão multicolorida.


2014 – Nossa árvore anunciava mais uma infância em nossas vidas!
(Reparem os riscos do Gabriel na parede! hehe)

2015 – Muitas fotos da família, das crianças, muitos desenhos da paixão de desenhar que despertava no Gabriel.

2017 – A árvore que sempre nos acompanhou perdeu um dos três pés e tivemos a ideia de não a jogar fora, mas plantar a árvore. Literalmente. Arranjamos uma lata de leite, enchemos de areia, colei um papel branco como rótulo e os meninos pintaram. Na árvore, que tinha, agora, esse contato com a terra, penduramos, no topo, a palavra AFETO, primeira lida por Gabriel. E muitas palavras e imagens que representavam gratidão e sonhos. Na verdade, apenas naquele ano, entendemos que o significado da árvore extrapolava o Natal e passamos a chamá-la de Gratidão.

E vocês? Constroem árvores de Natal que são a cara de vocês, por aí? Conta pra mim! <3

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here